Como acreditar em você?

how to believe in yourself

“Eu não sou bom o suficiente.”

“A competição é muito forte.”

“Eu não tenho experiência.”

Todo mundo já teve esses pensamentos em algum momento. Para alguns, é uma experiência diária. Eu também estive lá inúmeras vezes ao longo da minha carreira no esporte profissional. Mas, não deixei esses pensamentos me impedirem de vencer. Eu os usei como combustível.

Como atleta profissional, você tem um potencial ilimitado dentro e fora de campo. Um coach ou mentor em sua área viu algo em você e acreditou que você poderia ter sucesso.

Quando se trata de autodúvida, pode ser difícil reeducar seu cérebro e recuperar a confiança que você pode ter tido no início de sua carreira no esporte. Estou aqui para lembrá-lo do seu potencial – para o presente e para o seu futuro.

Vamos explorar como superar dúvidas, aumentar sua autoconfiança e estabelecer metas para prosperar em seu próximo capítulo. Vou compartilhar estratégias do meu livro, Riding for Freedom(Cavalgando pela Liberdade) e incentivá-lo a determinar as suas próprias.

Exponha o seu Crítico Interior

Aqui está um exercício que gostaria que você experimentasse: ao longo de alguns dias, ou durante seu próximo ambiente competitivo, reserve um tempo para refletir e escrever todas as situações em que a autodúvida surge. Seja específico. Para cada situação, identifique a crença limitante que está impedindo você de alcançar seu verdadeiro potencial.

Você se sente indigno quando recebe elogios ou novas oportunidades? Você se vê com muita frequência fazendo comparações entre suas habilidades e as de outras pessoas? Liste todas as instâncias, não importa quão pequenas sejam. Sente-se por pelo menos 10 minutos e analise esses exemplos.

Depois de escrever sua lista, escreva as contra-evidências. Faça referência a sucessos passados e vitórias em sua área de habilidade que provem que você é capaz e merecedor. Mostre quantas vezes essas crenças limitantes foram categoricamente falsas sobre você. Você conhece a si mesmo melhor do que qualquer crítico interior. Agora deixe que as evidências falem por si. Essas dúvidas não têm substância quando comparadas ao que você já conquistou.

Não se trata do que os outros superaram, trata-se do que você já superou. Você já dissipou essas crenças limitantes antes, e fará isso novamente. Seu histórico prova que você tem tudo o que é necessário. O único que duvida disso é o narrador não confiável em sua mente.

É hora de silenciar essa voz de uma vez por todas.

Passando de “Não Consigo” para “Desafio Aceito”

Quando eu estava escrevendo este artigo e pensando nas minhas principais maneiras de superar crenças limitantes, um framework veio imediatamente à minha mente. É uma estrutura poderosa que eu uso para combater crenças limitantes e algo que utilizei ao longo de minha carreira (uma visão geral do que está disponível em meu livro). O que é?

É chamada de reestruturação cognitiva.

Pense na reestruturação cognitiva como um jiu-jitsu mental. Imagine-se enfrentando uma tarefa desafiadora. Sua mente lhe diz: “Isso é muito difícil, você vai estragar tudo.” De repente, um sentimento de pavor toma conta de você, paralisando sua motivação. Este é o domínio de uma crença limitante.

how to boost self confidence

Agora, imagine um cenário diferente. Você encontra o mesmo desafio, mas desta vez, responde com um golpe de jiu-jitsu mental. Em vez de ceder à dúvida, você vira o jogo: “Esta é uma oportunidade para me superar, aprender novas habilidades e provar meu potencial.”

“Isso é muito difícil, você vai estragar tudo.” → “Esta é uma oportunidade para me superar, aprender novas habilidades e provar meu potencial.” 

Isso é o que a reestruturação cognitiva é. Trata-se de identificar conscientemente pensamentos negativos e, em seguida, desafiá-los ativamente e substituí-los por perspectivas mais fortalecedoras.

A beleza da reestruturação cognitiva é que ela é respaldada por evidências. Ao reenquadrar a negatividade, você muda seu foco de limitações para crescimento. Para simplificar, ela constrói um senso de controle e confiança. Imagine um atleta constantemente pensando que não merece vencer – ou que não tem o que é preciso. Fui atleta profissional por décadas: acredite, isso acontece muito mais do que você imagina.

Mas ao reenquadrar essa negatividade em algo como “Esta corrida é uma oportunidade para testar meus limites e melhorar minha técnica”, esse mesmo atleta pode transformar a autodúvida em motivação e liberar seu verdadeiro potencial. É algo que fiz inúmeras vezes durante minha carreira, e algo a que atribuo meu sucesso como campeão mundial. 

Dicas para a Reestruturação Cognitiva

Mas a reestruturação cognitiva vai além de simplesmente inverter pensamentos negativos. Também se trata de reprogramar ativamente seu cérebro para acreditar em si mesmo. Pesquisas da Universidade Carnegie Mellon destacam o poder das afirmações diárias.

Repetir afirmações positivas como “Sou capaz e digno” atua como um poderoso mantra e gradualmente reconfigura os caminhos neurais associados à autodúvida, substituindo-os pela confiança no mundo real. Imagine repetir “Sou um palestrante confiante” antes de uma apresentação. Com o tempo, este mantra pode ajudar a silenciar o crítico interior e aumentar a sua autoconfiança.

Dica bônus do Eurico: Uma das melhores maneiras de fazer afirmações? Inclua emoção em sua afirmação. Visualize como será o resultado final. Não apenas diga as palavras – sinta-as. Sinta como é ser um vencedor, ser confiante, ter orgulho. Isso funciona para qualquer tipo de desafio pessoal que você possa estar tentando superar. 

Saindo da Sua Zona de Conforto

O conforto pode parecer agradável. Pode parecer aconchegante, quente e macio. Mas esse é o problema. O conforto é anti-crescimento. Pesquisas da Cornell University confirmam isso, detalhando como sair da sua zona de conforto leva diretamente a um melhor crescimento, motivação e confiança.

Se você quiser superar suas crenças limitantes, você precisa ser capaz de sair da sua zona de conforto. Ponto final.

As crenças limitantes dizem: “Fique aqui, é mais seguro.” Mas o verdadeiro crescimento está além. Você já sabe disso, no fundo. Aqui está um método rápido e simples para você realmente sair da zona de conforto e desbloquear seu verdadeiro potencial:

Estabeleça metas SMART (Específicas, Mensuráveis, Alcançáveis, Relevantes, Temporais) que desafiem especificamente suas crenças limitantes.

believe in yourself

Vamos usar um medo comum como exemplo: falar em público

  • Crença limitante: “Eu não sou bom o suficiente, todos vão me julgar.”
  • Meta SMART: Realizar uma apresentação de 5 minutos sobre um tema que me apaixone em um clube de palestrantes local dentro dos próximos 3 meses.
  • Passos práticos:
  • Junte-se a um clube de palestrantes – Mergulhe em um ambiente de apoio.
  • Escolha um tema que você ame – A paixão alimenta a confiança.
  • Pratique regularmente – Ensaiar na frente de um espelho, gravar-se ou pedir feedback a um amigo.
  • Celebre pequenas vitórias – Você terminou de escrever seu discurso? Superou o medo do palco? Celebre!

Você não pode crescer sem metas. SMART facilita isso. Comece pequeno, dizendo “sim” a uma coisa nova por semana – um evento de networking, uma oportunidade de falar em público ou aprender uma nova habilidade. 

Construindo Seu Plano de Ação Personalizado

As coisas que você deseja realizar não acontecem por acaso. Eu não me tornei um campeão mundial de corridas por acaso. Isso leva anos e anos de prática!

Você precisa estabelecer metas e acreditar que é capaz de alcançá-las.

Aqui está o seu plano de ação:

  1. Identifique os culpados: Passe 10 minutos escrevendo em um diário situações em que a autodúvida aparece. Anote os pensamentos negativos associados a cada situação.
  2. Torne-se um ninja dos pensamentos: Quando uma crença limitante surgir, não deixe que ela o controle. Pratique o jiu-jitsu mental – transforme-a em uma afirmação positiva, orientada para o crescimento, que seja profundamente pessoal para você.
  3. Crie seus mantras: Escreva até cinco afirmações positivas sobre si mesmo e repita-as diariamente. Comece pequeno, durante o seu trajeto, ou antes de dormir.
  4. Seja SMART e acompanhe seu progresso: Reflita sobre as situações em que você reformulou a negatividade e observe os resultados positivos. Estabeleça metas SMART e não se esqueça de comemorar suas vitórias, por menores que sejam.

Se você deseja uma abordagem ainda mais personalizada, sinta-se à vontade para entrar em contato comigo aqui, e nós fortaleceremos seus objetivos juntos.